sábado, 17 de outubro de 2009

solidão acompanhada

Agora posso dizer que a algum tempo eu realmente não escrevia nada. Bom, eu não vou dizer que estava ocupado pois isso não seria por completo verdade nem mentira, eu não escrevi pois não tinha realmente o que escrever. Mas ultimamente pela falta de acontecimentos realmente marcantes, eu atingi um alto nivel inverso, ou seja, uma fata de acontecimentos que gerou um acontecimento de falta de acontecimentos. E é justamente nesse momento que acho eu que a maioria das pessoas cai em um ciclo de pensamentos que giram em torno da frase que resume tudo : "o que estou fazendo da minha vida".
Se eu tivesse emprego, estudo onde me avaliassem por provas ou uma perspectiva de que estou indo no caminho de algo que me trará desenvolvimento, tanto financeiro quanto de conhecimento. Se eu estivesse em alguma das situações citadas, talvez não tivesse tempo para ficar pensando em coisas que nossa imaginação cria e acaba afetando a realidade.

Bom, perdido em meus pensamentos passei então a buscar alguma coisa que pudesse me ajudar como pessoa e como sempre acaba-se por cair em uma possa de negatividade. Isso é algo comum, pelo menos para mim, mas falando de mim. Eu sempre fui um cara que gostou de dar conselhos para realmente ajudar, não gosto de ver pessoas para baixo, ou que achem que não são capazes de fazer nada para mudar, todos somos capazes e eu defendo isso. Mas ultimamente eu tenho pensado e cheguei a coclusão de que as pessoas realmente fazem o que acham que é certo, nós sempre buscamos o caminho mais correto e o trajeto para se chegar ao objetivo é traçado pela nossa sabedoria, conhecimento, que adiquirmos atrás das experiencias que já tivemos. Mas o fato é que a minha realidade não é amesma realidade das outras pessoas, eu não detenho em minhas mãos o poder da verdade absoluta, apenas mostro as pessoas a realidade que eu enxergo. Mas esse tipo de assunto é algo meio complicado de entrar no merito da questão. Eu acho que é um assunto delicado e que me faz ter um certo receio de conversar... comentar. E por eu não ter plena confiança nesse assunto eu talvez ache que é um tipo de assunto que incomoda, se não a outra pessoa.. é um tipo de assunto que com toda a certeza me incomoda, por ser algo totalmente subjetivo e que faz com que eu tenha medo de falar algo que possa ser dito que eu estou errado.
Não, eu não tenho medo de errar, mas qualquer pessoa há de concordar que quando alguem que diz que você está errado te ajuda, mas estar errado é algo que incomoda.. Não pelo fato da outra pessoa te corrigir.. mas pq quando ela te mostra de um angulo que não foi visto ainda mostrando uma outra realidade que não foi levada em consideração, pelo menos eu me sinto realmente triste/chateado... pois a primeira coisa que passa na minha cabeça é.. ."como não pensei nisso antes?". Acho que esse receio de falar me jogou em uma situação na qual me sinto totalmente só enquanto converso com pessoas, essa solidão consiste em uma falta de sintonia, falta a pessoa para entrar na mesma "vibe" e comentar discutir...discordar de mim também está entre a lista de coisas quando se está na mesma "vibe". Essa é a famosa solidação acompanhada...
podem existir 300 pessoas a sua volta, mas se não rola a mesma sintonia... isso quer dizer que ninguem está de fato escutando a sua rádio.

bom... a minha mente só estava com uma vontade de aliviar algumas coisas e isso acho que agora foi feito, então deixo algumas ideias para um proximo texto..
tentarei escrever uma poesia.
normalmente só consigo se for algo morbido ou meloso.. vamos ver no que dá..
bom, se alguem ler esse texto, pelo menos deixa um recado nem que seja anonimo.. as vezes é bom ler um recado por aqui... será que alguem está me "escutando" ?

3 comentários:

hEltoN nErY disse...

Acompanho a companheiro que esta acampando na beira do rio.

by helton

O curso nunca para e isso nos deixa ansiosos ou apreensiveis sob nossa perspectiva terrena, levando a responder ou perguntar como: "sera que alguem me vê?"; acredito que todos ja tiveram isso na mente .Nos ultimos dias comecei a perguntar aos outras a minhas perguntas pessoais e a maioria nao soube responder-me, ou acharam complicadas demais, isso criou uma verdadeira confusão. Se souber responda.Qual o seu maior sonho de consumo?;Qual a maior realização alcançada na sua vida? A terceira eu nem lembro mais^^.Mas, como tu escreveu sobre alguem ler e responder, nao sei se sirvo para isso, mas deixo esse textinho com identificação. pode me procurar caso precise,escute musicas e aguarde com tranquilidade e serenidade,alias...eu adoro ler blog de gente que convivo, mesmo que seja uma vez por semana..U-U.

str4nho disse...

valeu mulek xD

apesar de já ter respondido no msn as perguntas colocarei aqui..
meu maior sonho de consumo.. é ser feliz...

Qual a maior realização alcançada na sua vida? é descobrir que posso tudo... basta correr atrás... outra grande realização é sempre quando encontro um novo grande amigo

hEltoN nErY disse...

e tem gente que acha dificil essas perguntas^^