quarta-feira, 20 de junho de 2007

um texto meu que é meio antigo.

eu vou começar com um texto que eu nem lembrava que eu tinha.

e primeiro vou explicar o pq desse texto.
desde criança eu sempre tive uma vontade enorme de saber quem iria sentir a minha falta caso eu morresse, eu sempre fui assim e acho que até hoje ainda tenho um pouco disso.
disso o que ?
de achar que ninguem se importa ou de ficar desconfiado de que estou sendo um incomodo, mas só que hj já sou bem diferente do que eu um dia fui, não penso mais tomar medidas extremas como morrer para saber quem seria a pessoa que sentiria a minha falta, achava isso só pq a morte é o ultimo meio de uma pessoa se afastar de outra já que vivemos em um mundo cheio de tecnologia e a unica separação mesmo é a morte =p

a só pra constar, eu sempre pensei na morte de forma próxima, mas nunca tentei me matar, só imaginava mesmo =D


===============================================================
Ontem, eu não me senti bem ao pensar que ia fugir de casa para ficar só e repensar a minha vida, mas como poderei sair assim e deixar meus queridos pais ?? mas a intenção é também faze-los sentir a minha falta, mas por quê?
para que...?

ohh, pai querido, pai como podes me entender se não consegues me escutar, será que não consegues me escutar mesmo ?? ou sou eu que, do auge de minha censura, não consigo acreditar que você pode me entender,como eu acho que deveria ser entendido. Mas mesmo assim compreendo que você faz o possível para me ajudar no que for preciso, dizem que pai é assim, sempre pronto a ajudar o seu filho abatido, que, por mais que se encontre no fundo do poço, vai lá ajudar, reerguer o filho caido. Obrigado pai, por seres simplesmente o meu pai.

Mãe, que mãe, guerreira batalhadora, quando todos pensam em desistir és a unica que nos dá força para lutar .Como posso descrever uma pessoa que o coração é maior do que tudo o que pode existir, que coração grande tens por ter espaço para abrigar filho desnaturado como eu, que não sei o valor que é ter uma mãe como você. Na verdade, hoje sei o valor de você em minha vida, mas acho que é tarde demais , porque hoje não posso mais te-la ao meu lado.
Sinto que vocês tenham que sofrer a minha falta, mas não se preocupem e vivam a vida de vocês, quando for para nos revermos estarei esperando vocês. Vou confessar uma coisa para vocês, até que morrer não é tão ruim.

Espero que recebam essa carta que mando para vocês daqui, vi o meu tumulo cheio de lágrimas derramadas por vocês mas não chorem mais.

amo muito vocês, um abraço do seu filho, agora eterno filho.
==============================================


esse texto é meio doentio, mas era meio assim que eu pensava...
as criticas e elogios que foram feito aos meus pais, são reais..
não sei se é com todo mundo, mas é engraçado como nosso pais tendem a não nos entender quando precisamos de um conselho, eles sempre tem uma resposta na ponta da língua que não seria a resposta que acho que queremos, eles sempre tem uma solução simples para uma coisa que ao nosso ver é extremamente complexa.
hj eu acho que começo a compreender essas respostas, e a minha explicação é que eles já passaram por isso e tem aquela solução. Já perceberam que quando nos passamos por alguma coisa as vezes é fácil lidar com aquilo, mas quem nunca passou acha de uma extrema complicação a situação??
eles já tem a visão deles formada através de anos de experiência que tentam passar para nós como se fosse a coisa mais simples do mundo... e pode até ser que seja =)

ainda não dou o devido valor aos meus pais, mas pelo menos hoje sinto que valorizo muito mais eles do que quando era mais jovem (como se eu fosse velhaco).

hahaha quem ler até aqui deve estar se sentindo estranho, ou sou só eu o.O que depois de ler esse texto que eu mesmo escrevi me sinto estranho..

hj não gosto mais de pensar em morte nem nessas coisas e ainda não aprendi a lidar com a separação mesmo sabendo que ela é inevitável.

acho que penso em separação pois esse texto me leva a pensar nisso (acho que está na cara isso, hehe)

depois coloco outra coisa aqui...

3 comentários:

Ana disse...

nunca imaginei que voce teria escrito algo assim. Mais acredito que isso faz parte, e que todos nós passamos por essa fase de querer saber quem realmente se importa com nós, caso agente partaaa! Fico feliz por voce hoje em dia ser mais cabeça, nao pensar nessas bobagens e dar mais valor aos seus pais!
um beijo.

Ano 200X disse...

véi, de boa, tu ta VIRANDO EMO
AHAHuiAUiHhuIA

str4nho disse...

na verdade não to virando emo..
loco..se tu leu direito vai ver que na verdade eu tinha escrito isso a muito tempo atras =p

emo não existia na epoca =p
hahah =)